5 fatores que podem estar te trazendo dores de cabeça!

No dia a dia, é normal termos dores de cabeça que até persistam durante alguns dias, mas que terão causas bem definidas e que se encerram – como por exemplo, os dias com baixa qualidade do sono ou durante uma situação estressante de curta duração. Nesse caso, um analgésico costuma resolver.

Mas e quando essas dores se prolongam ou tornam-se permanentes?

O Brasil ostenta outro título do que não temos orgulho algum: somos os campeões mundiais de dor de cabeça crônica e também estamos nos primeiros lugares em casos de Enxaqueca e Cefaleia.

E um fator que é muito preocupante com esses números é a posição da OMS de que a Enxaqueca é uma das doenças que mais prejudicam a saúde, estando à frente de doenças classicamente degenerativas da qualidade de vida, como o Diabetes.

De fato, as dores de cabeça crônicas são impactantes na vida das pessoas em vários aspectos. São capazes de limitar estudos, trabalho, vida social e até a vida íntima. E podem, com o efeito prolongado e os impactos, abrir caminho para uma série de distúrbios e doenças.

Mas o que pode causar estas dores de cabeça tão terríveis, que prejudicam tanto a nossa vida?

01 – O estresse

Em situações estressantes, o organismo recebe cargas extras de cortisol e adrenalina, que provocam aumento da frequência cardíaca.

A vasoconstrição dos vasos, decorrente do aumento da frequência, provoca as fortes dores de cabeça típicas de estresse, como costumamos falar. Uma curiosidade é a incidência deste tipo de dor de cabeça, três vezes maior entre as pessoas com mais escolaridade.

Isso decorre dos grandes desafios profissionais – manter um emprego há muito cobiçado, medo do desemprego, altos níveis de competitividade e pressão por resultados. O que também se revela é que essas dores de cabeça desaparecem, em muito casos, quando o motivo objetivo é superado – troca de emprego, por exemplo.

02 – Sono de baixa qualidade

Uma noite de sono com baixa qualidade reduz a quantidade de melatonina, que é um hormônio que impede as dores de cabeça, por favorecer a produção de analgésicos naturais no organismo. Também em consequência da noite mal dormida e da dor de cabeça, surge o estresse. Medidas simples para melhorar as noites, como as abaixo, ajudam a evitar as dores de cabeça decorrentes:

  • Manter uma rotina de horário, procedimentos e local de dormir;
  • Parar o uso de aparelhos eletrônicos 1 hora antes de dormir;
  • Evitar refeições pesadas a partir de 3 horas antes de deitar.

03 – Ansiedade

A Ansiedade provoca uma série de efeitos ruins no organismo e uma delas é a hiperventilação – quando nossa respiração se torna muito acelerada, recebendo oxigênio e expelindo dióxido de carbono em excesso.

O resultado são as dores fortes de cabeça. Veja porque a ansiedade causa falta de ar.

04 – Períodos de jejum

É sabido que os longos períodos de jejum podem ajudar a engordar invés de emagrecer. Mas também podem ajudar a criar as dores fortes de cabeça.

Os períodos podem provocar a hipoglicemia, a queda do nível de açúcar no sangue, o que acaba provocando a liberação de adrenalina, que provoca a vasoconstrição e as dores.

05 – Doenças da coluna

A má postura pode provocar dores fortes de cabeça: ela normalmente comprime as vértebras e nervos da coluna, gerando uma dor que é irradiada para a cabeça.

Além disso, doenças típicas da coluna, como a hérnia de disco, a osteoporose e o bico de papagaio também provocam a cefaleia tensional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *